12 de Dezembro de 2019
Comunicação > Notícias
Queijo produzido em Saudade do Iguaçu é premiado com medalha de ouro em concurso nacional
27 de Setembro de 2019

A produtora de queijos de Saudade do Iguaçu, Ângela Marangon,foi premiada com a medalha de ouro na 5ª edição do concurso "Queijo Brasil", realizado em Florianópolis-SC. O concurso é o mais imporante de queijos artesanais do Brasil.

Ao falar sobre a conquista, a saudadense se disse surpresa com o primeiro lugar conquistado dentre tantos concorrentes. Ela espera que premiações como esta, ajudem a abrir caminhos para a regulamentação para a comercialização do queijo artesanal. "Para mim foi uma grande surpresa ser premiada com a medalha de ouro dentre tantos concorrentes de todo o Brasil. Ao todo eram 717 candidatos que inscreveram seus queijos e tivemos a felicidade em nossa categoria de ser premiados com a medalha de ouro. Essa é uma conquista muito grande, pois estamos na luta pela regulamentação do leite artesanal com leite cru que é a variedade do queijo que recebemos a premiação. Isso demonstra a qualidade do produto que é feito aqui no sudoeste que cada vez mais vem ganhando mercado em outras regiões. Quero agradecer em especial à Emater que organizou todos os detalhes e foi graças à ela que  participamos do concurso", disse Ângela.

A coordenadora de Agroíndústrias do escritório regional da Emater de Pato Branco, Márcia de Andrade, lembrou que somente neste ano foram vários prêmios conquistados por produtores do sudoeste, o que comprova a qualidade do queijo produzido na região. "Esse prêmio conquistado para Saudade do Iguaçu é muito importante, tendo em vista que estamos numa luta de vários anos na questão da regulamentação do queijo artesanal. Esse prêmio vem num momento fundamental, onde estamos organizando a associação dos queijeiros do sudoeste do Paraná que será a primeira instituição do estado, onde também tivemos há poucos dias a premiação conquistada pela Cleunice e o Claudemir de Chopinzinho, onde ganharam a medalha de prata em um concurso internacional em Minas Gerais e neste mesmo concurso em Florianópolis, tivemos um queijo de Itapejara do Oeste dos agricultores Roseli e Claudemir Martinazzo que também foi premiado com a medalha de ouro. Isso é uma demonstração da qualidade do queijo do sudoeste, que hoje é o maior produtor de queijos artesanais do estado e tem uma participação muito importante na renda familiar",  destacou Márcia.

Para o secretário de agricultura, Jurandir Bitencourt, essa conquista é resultado do empenho e dedicação dos produtores de queijos que em contrapartida recebem todo o auxílio necessário da administração municipal para produzir um queijo de qualidade. "Para Saudade do Iguaçu é uma conquista muito importante. Isso é resultado do incentivo que a administração do prefeito Mauro Cenci vem dando através da secretaria de agricultura às agroindústrias do município. É um projeto que teve início em 2018 e hoje conta com 06 participantes do programa de agroindústrias, o que proporciona uma renda extra para essas famílias, possibilitando uma melhor qualidade de vida e a manutenção do agricultor no campo", finalizou Jurandir.

Todos que receberem medalha de ouro passam a concorrer ao troféu de Super-Ouro, que vai consagrar o melhor queijo artesanal nacional de 2019. Em 2018, o queijo vencedor foi o marajó de leite de búfala “tipo creme”, da Fazenda São Victor, localizada no município de Salvaterra, Ilha do Marajó, Pará.

O Prêmio Queijo Brasil é organizado pela ComerQueijo – Associação de Comerciantes de Queijo Artesanal Brasileiro – e que realizará em parceria com o Mapa (Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

Categorias
  • Ação Social
  • Administração
  • Agricultura
  • Ambiente
  • Cultura
  • Educação
  • Esportes
  • Indústria
  • Outros
  • Saúde
  • Selecione
  • Urbanismo
  • Viação
Acompanhe a Prefeitura nas Redes Sociais
Prefeitura Municipal de
Saudade do Iguaçu / PR
Rua Frei Vito Berscheid, 708,
Centro, 85.568-000
Saudade do Iguaçu / PR
(46) 3246-1166
prefeitura@saudadedoiguacu.pr.gov.br